Proibido de usar bermuda no trabalho, funcionário público aparece de saia e ironiza regra

Por - 4 de fevereiro de 2014

O Rio de Janeiro vive uma das temporadas mais quentes das últimas décadas e, mesmo assim,homens que não trabalham em locais com ar condicionado são proibidos de usarem bermuda. O ilustrador André Amaral Silva, que sofre com essa situação, encontrou uma maneira bastante inusitada para driblar a regra e o calor: saiu de casa de saia.

Na manhã desta terça-feira (4), o funcionário público, que trabalha no prédio do Centro Administrativo do Estado do Rio, no Centro da cidade, postou no Facebook uma foto mostrando a saída alternativa que encontrou. Até o momento, a imagem já tem mais de 6,6 mil curtidas e 4 mil compartilhamentos na rede social.

“Depois de 2 anos trabalhando sem ar condicionado em meu prédio e após ter tentado buscar uma solução com os administradores durante todo este tempo, sem sucesso (que proíbe homens – e não mulheres – de trabalhar de bermuda) , resolvi vir trabalhar de saia”, comentou o ilustrador na postagem.

Saia

Foto: Reprodução/Facebook

“O rapaz da portaria quis me barrar, entre surpreso e constrangido, e pediu que eu me dirigisse ao administrador do prédio, que é policial militar. Expliquei para ele a situação e o mesmo, muito gentil e cordato e, sem a mínima surpresa, orientou o porteiro dizendo a ele: ‘De saia pode deixar entrar’”, continuou.

A proibição do uso de bermudas em ambientes de trabalho vem sendo discutida recentemente por muitos. Uma campanha chegou a ser lançada no início do ano, pedindo que empresas permitissem a entrada de funcionários com os trajes mais confortáveis. Algumas companhias chegaram a aderir o movimento, mas não foi o caso do Governo do Rio de Janeiro.

Comentários